domingo, 17 de maio de 2009

Max Carl Adolf von Sydow - O Preferido de Bergman?



Max Carl Adolf von Sydow, mais conhecido como Max Von Sydow (Lund, (10 de Abril de 1929), é um actor sueco, conhecido pelos seus trabalhos com o cineasta Ingmar Bergman.
A sua carreira inclui papéis tão diversos como o imperador Ming em Flash Gordon (título original em Portugal, 1980), o artista Frederick em Hannah and Her Sisters ("Ana e as suas irmãs", 1986) ou o padre Lankester Merrin em The Exorcist ("O Exorcista", 1973).
Foi nomeado para o Óscar de melhor actor num filme de língua estrangeira pelo seu papel em Pelle erobreren (Pelle, o Conquistador, 1987).
É casado com a realizadora francesa Catherine Brelet desde 1997, tendo dois filhos (Henrik e Claes) frutos do seu anterior casamento com Kerstin Olin, de quem se divorciou em 1996.
Em 1955, Von Sydow se mudou para Malmö, onde conheceu seu mentou Ingmar Bergman. Seu primeiro trabalho com Bergman aconteceu em no Teatro Municipal de Malmö. Von Sydow trabalhou com Bergman em filmes como O Sétimo Selo (Det Sjunde inseglet, 1957), Morangos Silvestres (Smultronstället, 1957) e O Jardim do Prazer (Jungfrukällan, 1959). Em O Sétimo Selo, von Sydow é o cavaleiro que joga xadrez com a morte para ganhar tempo com a sua família - uma cena e um filme que foram inovações para o diretor. Foi nesses filmes que von Sydow aprefeiçoou sua arte, começando a exibir um grande talento que habilitou sua carreira de 53 anos. Von Sydow dominou a tela com fez no teatro, tornando-se um ídolo internacional. O reconhecimento da crítica veio veio em 1954 com o prêmio da Royal Foundation Cultura Award. Von Sydow trabalhou abundantemente tanto no teatro quanto nas telas na Escandinávia e resistiu aos crescentes convites do EUA para ir para Hollywood. Após ver Bergman receber o Óscar e ter sido a primeira escolha pelo papel em Dr. No, von Sydow finalmente foi aos Estados Unidos depois de concordar em estrelar um filme que o conduziu a um reconhecimento muito maior, no papel de Jesus no grandioso filme de George Steven, o épico The Greatest Story Ever Told. 1965. Como seu talento foi logo muito demandado em outras produções nos EUA, von Sydow e sua família se mudaram para Los Angeles.
Em 1965, von Sydow atuava numa freqüência bastante regular nos filmes estadunidenses enquanto continuava presente na Suécia. Embora talvez estigmatizado como vilão, ele foi recompensado nos EUA com duas nomeações ao Globo de Ouro por Hawaii e O Exorcista em 1973. Em meados dos anos 70, von Sydow se mudou para Roma e atuou em alguns filmes italianos, tornando-se amigo de outra lenda das telas, Marcello Mastroianni. Nos EUA, atuou de maneira memorável como o assassino profissional alsaciano no filme Os Três dias do condor (1975). No fim dos anos 70 e início dos anos 80, von Sydow apareceu em dois filmes sérios, como Ana e suas irmãs, de Woody Allen (1986), e Duna de David Lynch (1984), e também filmes menos sérios, como Flash Gordon (1984) e Strange Brew (1983).
Foi internacionalmente aclamado pela sua perfomance como o romancista Prêmio Nobel Knut Hamsun, no filme biográfico Hamsun. Recebeu seu terceiro Guldbagge (prémio sueco) e seu segundo Bodil (prémio dinamarquês) pela sua representação de um personagem comumente descrito como Rei Lear. Em 1996, von Sydow estrelou nas Confissões Privadas (Enskilda samtal) de Liv Ullmann. De volta a Hollywood, ele apareceu em Amor além da vida interpretando um papel que foi algo de sua performance em O Exorcista.
Foi aclamado por seu papel como um advogado velho no filme Neve sobre os cedros de Scott Hicks. Em 2002, von Sydow teve um dos seus maiores sucessos comerciais, co-estrelando com Tom Cruise no popular filme de Steven Spielberg Minority Report. Em 2003, ele representou o personagem mentor Eyvind na adaptação européia para a televisão da saga O Anel do Nibelungo. A adaptação alcançou recordes e foi lançado nos Estados Unidos como Dark Kingdom: The Dragon King. Em 2007, von Sydow estrelou em A Hora do Rush 3. Ele seguiu com o prêmio de melhor filme estrangeiro de Julian Schnabel em The Diving Bell and the Butterfly, baseado na memória de Jean-Dominique Bauby. A próxima estréia de Sydow é Truth & Treason com Haleu Joel Osment. O filme será baseado na vida de Helmuth Hübener durante a Terceira Guerra Mundial. Ele também foi recentemente lançado como Josiah Kane em Soloman Kane, baseado na história e personagens de Robert E. Howard.

2 comentários:

  1. VIII CONCURSO PLÍNIO MOTA DE POESIAS 2011 (MACHADO-MG). FALEM COMIGO!

    A ACADEMIA MACHADENSE DE LETRAS (Machado-MG) comunica que estão
    abertas as inscrições para o VIII Concurso Plínio Motta de Poesias, do
    ano 2011.
    Entrem em contato para adquirir o Regulamento:
    a/c Carlos Roberto machadocultural@gmail.com
    ESTE CONCURSO ESTÁ ABERTO PARA TODOS!

    OBS: O VALOR DA INSCRIÇÃO ( 2 REAIS) PODE SER COLOCADO DENTRO DO ENVELOPE COM AS 6 CÓPIAS DA SUA POESIA.

    ResponderExcluir
  2. O PRIMEIRO CONTATO
    Certa vez, na ânsia de concluir um trabalho escolar, cercado de publicações dos mais variados autores e temas, e sem saber por onde começar despertei-me com um clique da minha esferográfica.
    Eis que, como um “Deja Vu”, deparei-me com um antigo livro de contos em péssimas condições. O papel amarelado pelo tempo, perfurado por traças, empoeirado e suas páginas mal cheirosas.

    A tinta usada em sua impressão ainda mantinha um bom contraste, o que o tornava legível.

    Então, no volver furtivo e detalhado de cada página, eu descobri algo novo: textos envolventes com assuntos, embora de séculos atrás, tão atuais e familiares que passavam não só a mim, mas a quem quer que os lesse (leiam) uma profunda intimidade com o autor.

    Agora eu já podia empunhar aquela, cujo clique não mais soava irritante, mas frugal.

    Tudo era simples, evidente e claro. Eu não precisava mais daquela pilha de publicações, pois tudo estava ali, em cada cor, som, ou lembrança. Daquela ponta esferográfica, as palavras fluíram com naturalidade e deitavam em cada pauta com a suavidade de uma pétala que pousava sobre a relva.

    Eu compunha com mais idéias, indeterminado, mais livre. Não havia motivo para se preocupar com “Lapsus Linguae”... Sim era minha primeira crônica. Agora eu sabia que poderia escrever sobre qualquer coisa.

    *Cassius Barra Mansa é cronista machadense

    Lapus Linguae = erros de linguagem
    ATRAÇÃO DOS MOLEKES

    (pagode com malícia mineira)

    Influenciados pelo, Exalta Samba, Revelação, o grupo se apresentou pela primeira vez em 2006 na Praça Antônio Carlos (Machado-MG), durante as comemorações do 7 de setembro.. No mesmo mês, eles abriram o show do Face Racial no salão da Dismabe, evento organizado pelo DJ Brown. O próximo passo será a gravação do primeiro CD com 12 músicas, entre elas (É hora de curti) Contatos: João ou Diogo (35) 3295-4031 (Machado-MG).

    Blog: http://atracaodosmolekes.blogspot.com/

    ResponderExcluir